IDII envia pêsames ao Luxemburgo pela morte do Grão-Duque Jean

Resultado de imagem para jean luxembourg

O Instituto remeteu hoje mensagem de pesar ao Embaixador Carlo Krieger e ao titular do Consulado-Geral de Luxemburgo em São Paulo pela morte do grão-duque resignatário de Luxemburgo, Jean (1921-2019).

O monarca europeu é considerado herói da Segunda Guerra Mundial, tendo combatido no Exército Britânico — nos Irish Guards — quando do exílio de sua família. Os príncipes luxemburgueses peregrinaram por numerosos países durante o conflito: França, Portugal, Grã-Bretanha, Estados Unidos e Canadá. Neste país, o então grão-duque-hereditário cursou Direito e Ciências Políticas na Universidade de Laval.

Aluno da Real Academia Militar de Sandhurst, Jean de Luxemburgo participou do Desembarque da Normandia, em junho de 1944.

Casado em 1953 com sua prima Joséphine-Charlotte da Bélgica (1927-2005), teve cinco filhos, o primogênito dos quais é o atual chefe de Estado, Henri I (*1955).

Em 12.11.1964, sua mãe, a Grã-Duquesa Charlotte (1896-1985), abdicou do trono em seu favor.

Jean I de Luxemburgo era trineto de D. João VI e visitou o Brasil algumas vezes, chegando a conhecer o Museu Imperial, em Petrópolis. Enquanto duque-titular de Nassau, na Alemanha, o soberano luxemburguês era o chefe de uma linhagem milenar, que no Brasil é conhecida por um de seus membros, o “conde” Mauricio de Nassau (1604-1679), que administrou o domínio ultramarino neerlandês em Pernambuco, no séc. XVII.

O IDII também enviou condolências à sobrinha do Grão-Duque Jean, a Princesa D. Antonio João do Brasil (nascida Princesa Christine de Ligne), residente no Rio de Janeiro.

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , . Guardar link permanente.