IDII participa de visita da Princesa Esmeralda da Bélgica ao DF

A Princesa Maria Esmeralda da Bélgica, Presidenta do Fundo Léopold III para Conservação da Natureza, visitou o Brasil de 03 a 07 de julho de 2016, cumprindo intensa agenda.

No dia 04, inaugurou solenemente o busto de sua avó, a Rainha Elisabeth dos Belgas (1876-1965), na Residência Oficial da Embaixada da Bélgica em Brasília, na presença de autoridades federais e distritais e do Corpo Diplomático. Na ocasião e no almoço privativo que se seguiu estiveram presentes os Conselheiros Bruno de Cerqueira e Theodoro Menck e as Senhoras Oriana Romero e Irina Michailiuk, em nome do IDII.

No dia 05, Maria Esmeralda da Bélgica — uma tetraneta de Dom João VI de Portugal, Brasil e Algarves (1767-1826) que porta prenomes em grafia portuguesa —, visitou o Estado de Tocantins e a comunidade indígena Xerente do Município de Tocantínia, tendo sido, inclusive, batizada como “Waiti” pelos índios.

No dia 06, à noite, a filha do Rei Léopold III dos Belgas (1901-1983) e da Princesa de Réthy, Lilian (1916-2002), inaugurou a mostra Diários de Viagem – fotografias do Rei Leopold III no Brasil (1964), no Memorial dos Povos Indígenas, instituição museal da Secretaria de Cultura do Distrito Federal. Recebeu-a o Diretor do Memorial, Cacique Álvaro Tukano, a filha deste, Daiara Tukano — jornalista poliglota, que conversou em francês todo o tempo com Sua Alteza —, a Primeira-Dama do DF, Márcia Rollenberg, o Secretário de Estado de Cultura, Guilherme Reis, e o Prof. Bruno Antunes de Cerqueira, também representando, no ato, o Presidente da Fundação Nacional do Índio, Senhor Artur Nobre Mendes.

Na manhã do dia 07, o Embaixador Jozef Smets recebeu novamente seus convidados para a palestra a ser proferida pela Princesa Esmeralda — jornalista de formação — sobre as mulheres que receberam o Prêmio Nobel da Paz.

Fotos do evento no Memorial dos Povos Indígenas abaixo — Nico Chaves Studio.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , . Guardar link permanente.