IDII e WeddingLab promovem Missa pelos 200 anos das tratativas de casamento de D. Pedro e D. Leopoldina

uniaobrasilaustria

Cartão da união dinástica Brasil-Áustria, idealizado em 2002.

O blog Colher de Chá Noivas, da Jorn. Manoela César, e seu empreendimento WeddingLab, promoveram, em parceria com a Imperial Irmandade de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, a Embaixada de Portugal, a Embaixada da Áustria e o IDII, eventos comemorativos dos 200 anos das tratativas diplomáticas que culminaram no noivado e casamento de Dom Pedro de Alcantara de Bragança e Borbón (1798-1834), Príncipe Real do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, com Leopoldine von Habsburg-Lothringen und Borbone-Napoli (1797-1826), Arquiduquesa e Princesa Imperial da Áustria, Princesa Real da Hungria e da Bohêmia etc.

A Missa da Irmandade da Glória do Outeiro ocorreu em seu horário normal (11h) e é narrada abaixo. O WeddingLab e sua mesa-redonda se deram no Paço da Cidade (Paço Imperial), no período da tarde, e serão objeto de outro post do blog Colher de Chá Noivas.

MISSA PARA LEOPOLDINA NO OUTEIRO DA GLÓRIA

25 04 2016

Quando estive em Viena, em 2015, e visitei a famosa Augustinerkirche, a Igreja de Santo Agostinho(Hofburg, Viena) na qual Leopoldina se casou com o futuro Dom Pedro I (por procuração, tendo Pedro representado por seu tio), me lembrei de tudo o que Leopoldina escreveu em seu diário sobre o dia desta cerimônia. Emocionada com o que tinha vivido naquele altar, Leopoldina escreveu que, ao cantar Ave Maria, durante sua cerimonia de casamento, o fez em voz alta e enviou “cada nota para o Brasil, para o coração do meu Pedro”. Sabendo de tudo que Leopoldina viveria logo depois em nosso país, acendi ali uma vela para que, onde quer que esteja, ela pudesse receber minha gratidão. Foi então que tive a ideia: por que não realizar uma missa para Leopoldina, no Outeiro da Gloria, a igreja predileta da imperatriz no Brasil, na companhia de seus familiares, a família imperial?

Com gancho nos 200 anos de noivado de Leopoldina e D. Pedro I, a ideia de realizarmos uma missa como abertura da programação celebrativa #Leopoldina200anos foi muito bem recebida pela irmandade doOuteiro da Gloria, especialmente representada pelo membro e historiador Bruno de Cerqueira, autor do livro Outeiro da Gloria – Marco na História da Cidade do Rio de Janeiro e diretor do Instituto Dona Isabel I e pela família imperial. Com grande ajuda de Bruno e apoio das Embaixadas da Áustria e Portugal, realizamos a missa, que teve como ilustres co-anfitriões a princesa Paola de Orleans e Bragança e seu marido, o príncipe Tinko Czetwertynski, da princesa Dona Cristina Orleans e Bragança, mãe de Paola, e do príncipe Dom Fernando de Orleans e Bragança e sua mulher, princesa Dona Maria da Graça de Orleans e Bragança.

De fato, o dia foi especial para relembrar a memória dos brasileiros de toda coragem que Leopoldina teve ao assinar a Independência do Brasil, ao abrir mão do seu sonho pessoal de voltar a Viena e rever sua família em nome da unidade do nosso país.

– Leopoldina é uma das personagens mais importantes da nossa história – reforçou o Príncipe Dom Fernando, tetraneto da imperatriz.

A missa contou com presenças queridas como da escritora e representante do Ministro das Relações Exteriores da Áustria, Gloria Kaiser – organizadora do livro Diário Imperial de Leopoldina – e diversos profissionais de casamento, como o cerimonialista Ricardo Stambowsky, a decoradora Tereza Reis, o casal de editores Cristina Ferrão e José Paulo Monteiro Soares e a colunista Hildegard Angel. Para ajudar a fazer esta celebração ainda mais memorável, contamos com a decoração floral da Officina Floreale de Bia Pedrini, o delicioso brunch oferecido pela DA Gastronomia e os registros daFoto Studio Equipe com colaboração de Adriana Oliveira. Vamos ver?

Celebrada por Dom Abade José Palmeiro Mendes e Monsenhor Sérgio Costa Couto, a missa, que contou com uma bela decoração floral assinada por Bia Pedrini, relembrou o grande amor de Leopoldina por D. Pedro I, que deu-lhe forças para atravessar um oceano inteiro e apaixonar-se pelo Brasil ao ponto de se envolver de corpo e alma na história do país.

Logo após a missa, os convidados deliciaram-se com um menu histórico feito pela D.A. Gastronomia em parceria com a consultora gastronômica Ana Roldão, especialista em banquetes de casamento da família real brasileira. Vamos ver mais alguns cliques da Foto Studio Equipe na nossa fotogaleria logo abaixo?

Fotos e vídeo disponíveis na reportagem: http://www.colherdechanoivas.com/veja-como-foi-missa-para-leopoldina-no-outeiro-da-gloria/

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.