Vida e obra do Marechal Visconde da Penha

O IDII compartilha, comprazidamente, o artigo “Visconde da Penha: chefe do Estado-Maior de Caxias na Guerra do Paraguai e herdeiro de sua invicta espada”, do Coronel EB Claudio Moreira Bento, Presidente da Academia de História Militar Terrestre do Brasil.

Marechal Visconde da Penha

O Visconde da Penha (1823-1902) é um dos muitos vultos da Guerra do Paraguai de que não se recorda mais nada. Foi um súdito fiel de D. Isabel no exílio, assim como todos os membros de sua família. Suas filhas e netas foram amigas queridas das princesas noras e netas da Redentora.

Era primo e servidor do Marechal Duque de Caxias e foi, por isso mesmo, legatário de sua espada.

Abolicionista, foi elevado de Barão a Visconde (com Grandeza) da Penha, em junho de 1888, pela então Regente D. Isabel.

No Largo do Machado, zona sul do Rio de Janeiro, o edifício de número 8 leva seu nome e tem seu brasão (v. foto abaixo), por ter sido erguido por descendentes seus na década de 1930, em terras que foram, outrora, da família Fonseca-Costa.

o

Foto: Wesley Mazoni

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.