Ballet de Santa Teresa leva suas crianças à Cidade Imperial de Petrópolis

Prof. Bruno acompanhou as crianças do Ballet de Santa Teresa a uma visita a Petrópolis, cidade de veraneio da Família Imperial e da Nobreza Brasileira no séc. XIX.

O Ballet é uma organização não-governamental que atua em todas as comunidades carentes de Santa Teresa, proporcionando inclusão social através da dança e da arte em geral. Sua coordenadora, a arquiteta Vânia Farias, já foi entrevistada em vários programas de televisão e seu trabalho é reconhecido no Brasil e no mundo.

Vânia Farias se intitula devota de Santa Teresa d´Ávila e credita a ela o revigoramento do Ballet na ocasião em que ela pensava em desistir de tudo, devido aos esforços hercúleos que se dão para manter uma instituição como essa.

As crianças, entre 7 e 15 anos, ficaram absolutamente encantadas com tudo que viram e conheceram na Cidade de Pedro. Mormente com a própria Encantada (Casa de Santos Dumont), o Relógio das Flores da Universidade Católica de Petrópolis, o Palácio de Cristal (antiga estufa e local de entretenimento com que D. Gastão presenteou a Redentora), a Catedral de São Pedro de Alcântara (antigo Padroeiro do Brasil) e seu Mausoléu Imperial e, finalmente, com todo o conjunto que compõe o Museu Imperial de Petrópolis (palácio de verão e casa dos coches da Família Soberana).

Release do Ballet

No dia 30 de janeiro, os alunos do Ballet de Santa Teresa tiveram a oportunidade de conhecer a cidade imperial.

Este passeio foi a atividade de encerramento do módulo de estudos “200 anos da chegada da família real no Brasil”.

Com o apoio do “Instituto Dona Isabel a Redentora”, os alunos do Ballet puderam aproveitar ao máximo a oportunidade. Fomos acompanhados pelo professor Bruno Cerqueira, que durante todo o trajeto foi esclarecendo as dúvidas das crianças e contando as histórias sobre a cidade e suas personagens.

Nesta visita nossos alunos tiveram a oportunidade de conhecer: o Museu Imperial, o Palácio de Cristal, a catedral de São Pedro de Alcântara e a casa de Santos Dumont.

Foi um dia e uma experiência inesquecível para cada um deles.

Quatro pequenas bailarinas em frente à locomotiva “Leopoldina”,
que se encontra na Cada dos Coches do Museu Imperial de Petrópolis.

As crianças e os professores entrando no Palácio de Cristal.

As crianças posam nas escadarias da Catedral de São Pedro de Alcantara.

Prof. Bruno explica às crianças e aos professores do Ballet os detalhes sobre o
Mausoléu Imperial da Catedral petropolitana.

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.