IDII realiza seu I SIMPÓSIO NACIONAL, com o tema NEO-ABOLICIONISMO:resgate histórico ou retomada do Abolicionismo?

Descontando-se as eventuais falhas que podem ser provocadas na organização de um evento acadêmico do porte que teve o I SIMPÓSIO NACIONAL DO IDII, estão todos os Conselheiros parabenizados pela ótima condução dos trabalhos nesses dias 30 de setembro e 1º de outubro de 2005, quando, no Auditório do MEMORIAL VARGAS – espaço novo da Prefeitura do Rio para a preservação da memória do Presidente Getúlio Vargas (*1882 †1954) -, alguns dos maiores especialistas sobre as temáticas ANDRÉ REBOUÇAS, JOAQUIM NABUCO, JOSÉ DO PATROCÍNIO, palestraram para uma audiência extremamente atenta e interessada.

Dos mais de 80 inscritos pela página do IDII, compareceram cerca de 60, em períodos e palestras variadas.

O Simpósio contou com as prestigiosas presenças do Bispo Emérito de Petrópolis, D. José Carlos de Lima Vaz SJ; do Abade Emérito de N. S. do Monteserrat, D. Abade José Palmeiro Mendes OSB; da Diretora do Arquivo-Geral da Cidade do Rio de Janeiro, Profª. Dra. Beatriz Kushnir; do representante do Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Cap-Ten. FN Augusto Freitas de Lima, além, obviamente, de SS.AA.RR. as Princesas D. Isabel Eleonora de Orleans-e-Bragança (trineta homônima da Redentora) e D. Luiza Carolina de Orleans-e-Bragança (bisneta homônima de D. Luiz), esta última acompanhada de sua encantadora mãe, a Senhora Princesa D. Maria da Graça e também da Senhora Bernardo Nabuco de A. Braga Ratto, que é nascida D. Maria Francisca de Orleans-e-Bragança – trineta de D. Isabel I e esposa do trineto de Joaquim Nabuco…

Além de Bernardo Nabuco A. B. Ratto, vieram as seguintes descendentes dos Grandes Abolicionistas: Senhora Maria do Carmo Nabuco de Magalhães Lins (neta de JOAQUIM NABUCO e sua tia-avó) e asSenhoras Ana Maria Enout Rebouças e Alice Rebouças Bellas Galvão, sobrinhas-bisnetas de ANDRÉ REBOUÇAS.

Da longínqua e querida Maceió (AL), vieram as Professoras Maria Madalena Cunha e Marlene de Carvalho, Presidente e Secretária da CONFRARIA PRINCESA ISABEL e de Curitiba (PR), a Profª. Zélia Sell, importante radialista local que apresenta o programa NOSSA HISTÓRIA na rádio educativa do governo paranaense e Sócia do Instituto Hist. e Geog. do Paraná.

Os trabalhos foram abertos na manhã de sexta-feira pelo Presidente Prof. Bruno de Cerqueira, que solicitou a todos um minuto de silêncio pela memória do Embaixador Sérgio Corrêa da Costa (*1919 †2005), falecido dois dias antes e que seria um dos homenageados da parte final do Simpósio, com o título de SÓCIO HONORÁRIO DO IDII. O Embaixador Corrêa da Costa, genro do grande OSWALDO ARANHA, foi um brilhante diplomata e literato brasileiro, tendo escrito, aos 24 anos de idade, As quatro coroas de D. Pedro I (Ed. Civilização Brasileira, 1940) e desenvolvido mais tarde um número considerável de obras que viriam a ilustrar muito do passado brasileiro do séc. XIX.

Seguiu-se a leitura do texto preparado pelo Prof. Bruno para introduzir e conceituar o NEO-ABOLICIONISMO. Após um pequeno intervalo, deu-se a esplêndida palestra da Profª. Dra. Maria Alice Rezende de Carvalho, sobre ANDRÉ REBOUÇAS – O ENGENHEIRO DA NAÇÃO BRASILEIRA. Maria Alice Rezende, titular do IUPERJ, é a autora de O quinto século – André Rebouças e a construção do Brasil(Ed. Revan, 1998), livro sem o qual é impossível compreender os projetos reboucianos para o pós-Abolição (1888).

Após o horário de almoço, retornaram todos para a esperada palestra do Prof. Dr. Ricardo Salles sobre JOAQUIM NABUCO – O PRÌNCIPE DOS ABOLICIONISTAS. Ricardo Salles, titular da UNIRIO e adjunto na UERJ, talvez seja o maior especialista atual na obra nabuquiana, sendo o autor de Joaquim Nabuco, um pensador do Império (Ed. Topbooks, 2004).

Na palestra seguinte, que certamente iria se relacionar com a abordagem das questões de COTAS PARA NEGROS e demais ações reparadoras, além de ações afirmativas dos movimentos negros nos últimos anos, tinha a Presidência do IDII previsto a substituição da Profª. Zilmar Borges Basilio, especialista em Administração Pública e grande debatedora carioca na questão, uma vez que sua mãe encontrava-se em estado grave no hospital. Comprometeram-se a estar presentes o Secretário de Estado de Justiça do RJ, Dr. Hugo Leal e o Subsecretário de Estado de Direitos Humanos, Prof. Paulo Baía, não comparecendo ao evento nenhum dos dois…

Falou então o Prof. Mário Câmara, coordenador e líder do movimento de pré-vestibulares comunitários de São João de Meriti, cidade mais populosa da Baixada Fluminense. Mário Câmara, que está em fase final de graduação em História na PUC-RIO e é versado em Teologia Protestante, elucidou aos presentes sua própria história de vida, com os óbices inerentes às dificuldades econômicas e financeiras porque passam todos os chamados “carentes” dos bolsões de pobreza do Estado do Rio e do Brasil em geral, abandonados que são, há dezenas de décadas, por governantes corruptos e voltados exclusivamente ao gozo de benesses, privilégios e isenções que os altos cargos executivos e legislativos lhes conferem. A palestra foi indubitavelmente bem recebida e deixou no ar sensação de superioridade perante o que teria sido dito pelos representantes do Governo Estadual… Nela, ressaltou-se a todo o tempo que sem EDUCAÇÃO nunca conseguirá nossa aviltada Pátria soerguer-se de tantas máculas históricas.

Depois disso, deu-se por encerrado o primeiro dia do evento.

No sábado de manhã, o Prof. Bruno reabriu os trabalhos, passando à leitura do projeto de tese de doutoramento do Prof. Robert Daibert Junior, no IFCS / UFRJ, sobre o ultramontanismo da REDENTORA (sob orientação do renomado historiador José Murilo de Carvalho). Robert Daibert é o autor de Isabel, a Redentora dos Escravos: uma história da Princesa entre olhares negros e brancos (EDUSC, 2004), lançado inclusive pelo próprio IDII, em dezembro do ano passado, no Saguão da Academia Brasileira de Letras. O projeto despertou interesse aparente na platéia de professores e “leigos”…

Seguiu-se a palestra do Prof. Iram Rubem Brandão, coronel-médico da Aeronáutica e graduando de História na Universidade Cândido Mendes, que explanou brilhantemente a trajetória de JOSÉ DO PATROCÍNIO – APÓSTOLO DO ABOLICIONISMO. A preleção foi encerrada com as palavras emocionadas da neta de JOAQUIM NABUCO que representava na ocasião a descendência direta que Patrocínio não possui: a Senhora Maria do Carmo (“Nininha”) Nabuco M. Lins, às lágrimas, se disse honradíssima de estar ali naquela representação e acrescentou que Patrocínio e seu avô eram como irmãos.

Após o retorno do almoço, aguardaram todos a chegada da Profª. Beatriz Resende (UFRJ), que palestraria sobre LIMA BARRETO – O CRONISTA DA REPÚBLICA VELHA. Por motivos que ainda nos são alheios ao conhecimento, a Professora não compareceu nem se fez representar. Especialmente para a palestra veio a sobrinha-bisneta do grande escritor brasileiro, a Senhorita Suzana de Lima Barreto, graduanda de Farmácia pela UNIGRANRIO.

Adiantou-se então a também ansiosamente aguardada palestra da Profª. Dra. Teresa Malatian (UNESP), vinda de São Paulo no mesmo dia, sobre LUIZ DE ORLEANS-BRAGANÇA, O DOM SEBASTIÃO BRASILEIRO. Teresa Malatian é a autora de Império e Missão, um novo monarquismo brasileiro (Cia. Editora Nacional, 2001), excelente obra sobre o movimento patrianovista brasileiro. Sua exposição foi clara e concisa, havendo grande interação com o público presente; ela salientou que as lacunas no projeto de pesquisa para a biografia do Príncipe se explicam, em grande parte, pelo difícil acesso às fontes.

Encerrando-se esta etapa houve nova pausa para o café. Quando retornaram todos, já se encontravam presentes as Princesas D. Maria da Graça e D. Luiza Carolina, que ocuparam seu lugar de honra à Mesa de encerramento dos trabalhos do I SIMPÓSIO NACIONAL DO IDII.

D. Luiza entregou os CERTIFICADOS DE PARTICIPAÇÃO aos presentes e, a seguir, os TÍTULOS DE SÓCIO HONORÁRIO DO IDII: à Profª. Silvia Mamede, Diretora do Memorial Vargas, naquele ato representando o Secretário das Culturas da Cidade do Rio (Ricardo Macieira), que se encontrava em outro compromisso e à Senhora Anna Marcondes, Diretora do Centro Comunitário Lidia dos Santos, instituição ilibada que presta os melhores serviços à comunidade do Morro dos Macacos, em VILA ISABEL.

Após a fala da Senhora Anna, o prof. Bruno encerrou o Simpósio, conclamando a todos que não esmoreçam no NEO-ABOLICIONISMO e que se preparem para nosso Simpósio de 2006, quando completar-se-ão os 110 anos da GUERRA DE CANUDOS e os 160 anos da REDENTORA.

_________________________________________________________________

FOTOGRAFIAS REALIZADAS PELO
SENHOR LEANDRO MARINS,
AOS SERVIÇOS DO INSTITUTO D. ISABEL I

O Minuto de Silêncio pelo Emb. Corrêa da Costa: Profª Beatriz Kushnir,
D. José Vaz, Prof. Bruno e D. Abade José

Bruno de Cerqueira fala sobre o NEO-ABOLICIONISMO

D. José Carlos de Lima Vaz ilustra a todos algumas
passagens pouco conhecidas da História do Brasil

A Profª. Maria Alice palestra sobre o ícone ANDRÉ REBOUÇAS

O Prof. Ricardo Salles palestra, sob os olhares do casal de trinetos: Bernardo Nabuco de Almeida Braga Ratto e Maria Francisca de Orleans-e-Bragança A. B. Ratto…

Ricardo Salles responde a um questionamento do público

Ao fim do primeiro dia, as professoras alagoanas posam com Anna Maria Rebouças e Bruno de Cerqueira, ao redor do estandarte da CONFRARIA PRINCESA ISABEL

O representante dos Fuzileiros Navais, D. Abade José e o Prof. Francisco Albuquerque, Pres. do Inst. Hist. e Geog. de Niterói, atentos ao texto de ROBERT DAIBERT JR.

O Prof. Iram Rubem Brandão exprime as qualidades excepcionais de JOSÉ DO PATROCÍNIO, rememorando-lhe também seu comportamento passional e audaz

Durante a palestra da Profª. Teresa Malatian, o Prof. Silvio Leite (Pres. do Inst. Cultural Barão de Ayuruoca – Vassouras-RJ) aponta algumas pistas de material documental para ela pesquisar

D. Luiza Carolina entrega o CERTIFICADO de Marina Ferreira, graduanda de História que estuda a GUARDA NEGRA…

… e o de Kristhian Rupp-Mancilla, graduando de História da USP que é o representante do IDII em São Paulo…

… e o da Profª. Marlene Rodrigues de Carvalho, de Maceió (AL)

Depois disso, a Princesinha passa às mãos de ANNA MARCONDES seu Título de Sócia Honorária do IDII, no que é seguida de sincero e emocionante agradecimento…

A Profª. Silvia Mamede recebe o Título do Secretário Ricardo Macieira e aproveita para esclarecer que o espaço do Memorial encontra-se aberto ao IDII para ocasiões vindouras

Em torno das Princesas e do estandarte da REDENTORA, posam os Conselheiros e Sócios do IDII e as Professoras Madalena Cunha e Marlene Carvalho

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.