O Brasil se despede de um dos últimos Netos de D. ISABEL I

FOTOGRAFIAS REALIZADAS PELO
SENHOR LUÍS MENDES,
AOS SERVIÇOS DO INSTITUTO D. ISABEL I

A Missa em sufrágio da alma de DOM JOÃO DE ORLEANS-E-BRAGANÇA deixou repleta nesta segunda-feira a Igrejinha de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, no Rio de Janeiro.

Personalidades do mundo diplomático, cultural e político foram prestigiar a família do finado Príncipe, que sempre encantou a todos que o conheceram, dos mais humildes aos mais refinados, pelo amor à Pátria Brasileira e aos valores religiosos fundamentais.

Um dos convites públicos para a Celebração reuniu as seguintes entidades: Colégio Brasileiro de Genealogia, Imperial Irmandade de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, Imperial Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos, Associação BRASIL IMPERIAL, Instituto Brasileiro de Estudos Monárquicos do RS, Instituto Interamericano de Fomento à Educação e Cultura & Instituto Cultural Barão de Aiuruoca – o que demonstra claramente ser uma homenagem de toda a Nação Brasileira à figura do admirável DOM JOÃO.

A Missa foi celebrada pelo Abade Emérito de Nossa Senhora do Montserrat, D. José Palmeiro Mendes OSB, e co-celebrada pelo Capelão da Imperial Irmandade da Glória do Outeiro, Pe. Sérgio Costa-Couto e teve todo o belíssimo canto gregoriano entoado pela Associação Internacional de Direito Pontifício ARAUTOS DO EVANGELHO, sob o comando do Senhor Alex de Britto – que para lá dirigiu-se por convite de Pe. Sérgio.

D. José consola D. João Henrique e D. Thereza no momento de sua chegada

Os Arautos do Evangelho, participando da Procissão de Entrada

Os Sacerdotes se aproximam do altar-mor

Na 2ª fila da esquerda, os primos de DOM JOÃO, Príncipe D. Casimiro de Bourbon e das Duas Sicílias e esposa (n. Princesa D. Maria Cristina de Savóia-Aosta), ao lado da Senhora Joaquim Monteiro de Carvalho (“Evinha”)

Na 1ª fila da dir., os sobrinhos de DOM JOÃO: D. Pedro Carlos e D. Afonso de Orleans-e-Bragança, este último acompanhado de sua esposa, D. Sylvia Amélia, e de uma enteada

Logo que a Missa se inicia, vemos a Princesa Viúva D. João, o Príncipe D. João Henrique e a Princesa D. Stella; na primeira fileira, os pais dela, Senhor e Senhora Hersias Lutterbach; logo a seguir, o Presidente do IDII, Prof. Bruno de Cerqueira

Aspecto do interior da igreja, completamente lotada

D. João Philippe se prepara para fazer a Primeira Leitura

O neto de DOM JOÃO lendo o Livro dos Macabeus

Pe. Sérgio fazendo a Segunda Leitura

D. José procede à leitura de sua Homilia

A assembléia ouve a Homilia de D. Abade José

Sua Excelência Reverendíssima abordou alguns aspectos da vida e da personalidade de DOM JOÃO, enfatizando seu amor à Igreja de Deus, na qual fora inserido desde o Batismo e onde uma enormidade de antepassados dele se santificaram: Louis IX de França, Isabel da Hungria, Isabel de Portugal – esta última festejada justamente no dia em que a Missa se realizava (4 de julho). Lembrou ainda que deveríamos pedir a intercessão de São João Nepumuceno, glorioso santo tcheco a quem DOM JOÃO foi consagrado pela mãe, D. ELISABETH (n. Condessa Dobrzenka, da Bohêmia).

Quão feliz não estará sendo o reencontro do Príncipe com sua veneranda Avó e todos os seus ancestrais…

Oração Eucarística

D. João Henrique comunga

D. Thereza comunga

D. Maria Cristina de Savóia-Aosta comunga

D. Pedro Carlos comunga

D. Sylvia Amélia comunga

Após a Comunhão e antes da Bênção Final, D. Joãozinho diz algumas sinceras palavras de homenagem ao pai

D. Joãozinho comentou brevemente sobre a postura extremamente patriótioca que DOM JOÃO manteve por toda a sua vida; nascido no exílio, na França, o NETO DA REDENTORA alimentou-se de brasilidade em todos os dias de sua vida. Sem jamais perder de vista sua alta condição de príncipe e de representante da Força Aérea Brasileira, DOM JOÃO foi um dos mais respeitados cidadãos de toda a história de Parati e do Rio de Janeiro; sua simplicidade transbordante e alegria de viver impressionavam e encantavam a todos os amigos e conhecidos… O Príncipe definiu seu pai como o melhor amigo que teve.

A seguir, D. Joãozinho leu a mensagem que D. Maria Cristina escreveu ao avô, deixando a todos os convidados da Missa bastante emocionados. Nela, a Princesinha descrevia, saudosa, as horas em que o avô a afagava em Parati, contando histórias de família e narrando os périplos de sua atribulada vida de militar.

Momento mais tocante de toda a celebração, D. Joãozinho lê a carta que D. Maria Christina (“Killy”), escreveu para o avô, despedindo-se

A viúva, o filho e o neto de DOM JOÃO

Os amigos acorrem aos montes para os cumprimentos à Família

D. João Henrique e D. Stella são calorosamente cumprimentados pelos primos, D. Alberto e D. Maria Gabriela de Orleans-e-Bragança

Ao lado de D. Maria Gabriela (“Lelli”), está sua grande amiga, a Profª. Isaura Silveiro Antunes-Maciel

Outro grande amigo da família cumprimenta D. Joãozinho: Dr. Olavo Egydio Monteiro de Carvalho, Marquês de Salamanca, Conde de Los Lhanos, Presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro recentemente empossado

A Conselheira Lêda Machado cumprimenta D. João Henrique e, a seguir, a Princesinha D. Maria Cristina

A fila dos cumprimentos

DOM JOÃO,
DESCANSE EM PAZ!

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.