Missa de 7º Dia da CONDESSA DE PARIS

Fotografias: Luís Mendes

A Missa de 7º Dia da CONDESSA DE PARIS (nascida Princesa D. Isabel de Orleans-e-Bragança) reuniu a Família Imperial com os monarquistas e amigos da querida e popularíssima Rainha Mãe (de direito) da França, no último dia 11, às 10:30 horas, na Igreja da Imperial Irmandade de Nossa Senhora da Glória do Outeiro.

D. Isabel faleceu no último dia 5 de julho – dia do 95º aniversário de seu falecido esposo – num hospital, em Paris, de complicações cardíacas.

Na primeira fileira, vemos (da esq. p/ dir.):
o Príncipe e a Princesa D. João &
os Príncipes D. João Henrique e Paola Sapieha-Rozanska.

O irmão mais novo dela, D. João de Orleans-e-Bragança, acompanhado de sua esposa, a Princesa D. João (nascida Thereza Leite) e de seu filho D. João Henrique, esteve presente juntamente com o sobrinho mais velho da CONDESSA DE PARIS, o Príncipe Hereditário D. Pedro Carlos – acompanhado de sua esposa D. Patrícia Alexandra – e a sobrinha D. Cristina de Orleans-e-Bragança, esta última presente à cerimônia com suas duas filhas, as Princesas polonesas Anna Theresa e Paola Sapieha-Rozanska. Esteve presente ainda a Princesa D. Isabel do Brasil, sobrinha homônima e afilhada de MADAME.

Ao lado do Príncipe Hereditário de Orleans-e-Bragança, D. Pedro Carlos,
vê-se sua esposa D. Patrícia e a Senhora Maria Helena Oswaldo-Cruz.
Atrás está a Princesa Anna Theresa Sapieha-Rozanska
(sobrinha-neta da CONDESSA DE PARIS).

O convite para a Missa foi feito em conjunto pela Família Imperial e as seguintes instituições – cujos nomes dos respectivos representantes que compareceram à Missa constarão ao lado de cada instituição:

  • Secretariado da Condessa de Paris no Rio – Prof. José Ubaldino M. do Amaral;
  • Imperial Irmandade de Nossa Senhora da Glória do Outeiro – Provedor Dr. Jorge Paes de Carvalho & Provedora Maria Estella Paes de Carvalho, Vice-Provedor Dr. Fernando Tasso Fragoso-Pires;
  • Imperial Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos – Juiz de Nossa Senhora, Provedor Dr. Wilson Moura e Juiza de Nossa Senhora, Senhora Mary Isabel Pereira;
  • Instituto Cultural D. Isabel I a Redentora – Vice-Presidente Prof. Gastão Reis Rodrigues-Pereira e Diretores Senhora Lêda Machado, Prof. Francisco Camões de Menezes e Prof. Bruno de Cerqueira;
  • Círculo Monárquico D. Luiz o Príncipe Perfeito (Rio) – Vive-Chanceler, Profª. Maria da Glória do Nascimento Souza;
  • Círculo Monárquico D. Pedro II (Niterói) – Secretário Prof. Bruno de Cerqueira;
  • Círculo Monárquico de Pernambuco;
  • Círculo Monárquico de Juiz de Fora (Minas Gerais);
  • Círculo Monárquico D. Pedro Henrique (Sumé – Paraíba) .

O sobrinho e afilhado da CONDESSA DE PARIS,
D. João Henrique de Orleans-e-Bragança, faz a Primeira Leitura,
sob os olhares de Pe. Sérgio Costa-Couto e dos
Diretores da Imperial Irmandade da Glória do Outeiro (embaixo).

O Sacrifício Eucarístico foi oficiado por S.E.R. o Senhor D. Abade José Palmeiro Mendes OSB, antigo Abade territorial de Nossa Senhora do Monteserrate, e co-celebrado por Pe. Sérgio Costa-Couto, Capelão da Irmandade.

O Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro perdeu há alguns meses a deferência da Santa Sé de ser considerado uma Abadia territorial, i.e., correspondente a uma Diocese. Devido ao fato de D. Abade ter renunciado ao seu cargo e da comunidade do Mosteiro ter eleito um Prior Administrador em 9 de julho último, D. José permanecerá agora como Abade resignatário.

Ele é amigo da Família Imperial; quando jovem, foi ativo monarquista em Porto Alegre, sua terra natal, como jornalista Paulo Palmeiro Mendes que era. Lembrou na Homilia e durante todo o curso da celebração que MADAME a CONDESSA DE PARIS era uma dama sem-igual: a fortaleza que ela representou nos mais tristes e pesados momentos da história da Casa de França no séc. XX, a tudo enfrentando com FÉ e CARIDADE incessantes, dava testemunho inequívoco aos homens, mas sobretudo a Deus, de que ela era uma cristã exemplar.

D. Abade José Palmeiro Mendes OSB, monarquista histórico,
faz sua Homilia, lembrando da fé católica inabalável
que possuía a CONDESSA DE PARIS.

Digna neta primogênita, afilhada e homônima de D. ISABEL I a REDENTORA, a CONDESSA DE PARIS foi daquelas mulheres que marcam uma época e arrebatam corações. Mesmo os franceses não-monarquistas a admiravam imensamente.

Os Príncipes e os demais presentes ouvem a Homilia do
Abade de São Bento do Rio de Janeiro.
À frente (esq.) está o Diretor do Culto da Imperial Irmandade
da Glória do Outeiro, Dr. Luiz Maria Ortigão de Sampaio.
Atrás de D. Pedro Carlos, pode-se identificar
sua irmã D. Cristina e a filha dela, Anna Theresa.

O IDII homenageou-a mandando imprimir o folheto “Santa Missa de 7º Dia de Falecimento de Sua Majestade Cristianíssima a Augusta Senhora Isabelle, Rainha Mãe de França (MADAME a CONDESSA DE PARIS)“, que continha sua biografia, publicada aqui em nosso Portal, e a seguinte mensagem:

A Diretoria do INSTITUTO D. ISABEL I agradece empenhadamente a todos os diretores e/ou representantes dos diversos Círculos e Movimentos Monárquicos do Brasil que enviaram ao Rio condolências pelo passamento de D. Isabel, Condessa de Paris.

Agradece também à Imperial Irmandade de Nossa Senhora da Glória do Outeiro por ter mandado celebrara com tanta presteza e dignidade esta Santa Missa, por sufrágio de uma irmã, cuja distância na Europa não a impedia de se preocupar com seu Povo e sua Pátria.

Enviamos os melhores agradecimentos ao Comandante do 1º Batalhão de Guardas – Batalhão do Imperador, pela amável cessão da Guarda de Honra nessa solenidade.

E por fim expressamos à Casa de França e aos demais descendentes de MADAME que tal qual vários de seus ilustres antepassados brasileiros e europeus, ela não morreu… Estará sempre viva em nossas saudosas recordações.

  • Prof. Otto de Alencar de Sá-Pereira (Presidente)
  • Prof. Gastão Reis Rodrigues-Pereira (Vice-Presidente)
  • Prof. José Ubaldino Motta do Amaral (Secretário da Condessa de Paris no Rio)
  • Senhora Lêda Machado (Diretora)
  • Dr. Eduardo Pellew Wilson, Conde de Wilson (Diretor)
  • Dr. Bruno Hellmuth (Diretor)
  • Prof. Bruno da Silva de Cerqueira (Diretor)

Ainda durante a Homilia, podemos ver D. Isabel do Brasil
na 2ª fileira, atrás de seu tio D. João e dos primos

Vale ainda ressaltar que a Igreja encontrava-se repleta de amigos e admiradores da CONDESSA DE PARIS, a despeito do tempo chuvoso que fazia na ocasião. Entre os presentes, destacavam-se ainda as socialites Evinha Momteiro de Carvalho, Maria Thereza Castello-Branco, Claudine de Castro e outras.

Nossa Diretora, Senhora Lêda Machado, dá os
pêsames à Família. Na foto, ela com o Príncipe D. João.
Logo atrás vem o Prof. José Ubaldino Motta do Amaral,
Secretário da CONDESSA DE PARIS no Rio.

O Livro de Condolências que o Instituto abriu para ser subscrito após a Missa recebeu várias assinaturas e ainda se encontra conosco para eventuais acréscimos – que podem ser feitos via e-mail ou fax.

Após as devidas subscrições, ele será enviado a: 102 BIS rue de Miromesnil (PARIS), um dos endereços oficiais da Família de França.

As condolências serão enviadas aos filhos e netos de MADAME.

Após a cerimônia e os cumprimentos à Família Imperial,
conversam D. Abade José, o nosso Vice-Presidente,
Prof. Gastão Reis Rodrigues-Pereira e a Senhora Lêda Machado.

Aos funerais da CONDESSA DE PARIS em Dreux (Eure-et-Loire), na França, realizados no mesmo dia 11 de julho, ao meio-dia para nós (16 horas para eles), afluíram mais de 1000 pessoas, entre as quais uma infinidade de príncipes, nobres e autoridades civis, eclesiásticas e militares.

Da família próxima de MADAME, estiveram presentes os seus 9 filhos e muitos de seus 39 netos e 50 bisnetos, cujas Dinastias representam quase toda a Europa principesca católica (Habsburg-Lothringen, Wurttenberg, Bourbon-Anjou, Saboia-Aosta, Liechtenstein, Schönborn-Buchheim e Waldburg-Zeil-Trauchburg – ver sua descendência em http://genroy.free.fr/descparis.htm).

Entre Chefes de Casa da Alta Realeza ou seus representantes, havia os seguintes:

  • S.M. a Augusta Senhora Fabiola, Rainha viúva dos Belgas;
  • S.A.S. o Augusto Senhor Hans-Adam II, Príncipe Reinante de Liechtenstein;
  • S.M.I. a Augusta Senhora Farah, Imperatriz Mãe do Irã;
  • S.A.S. o Senhor Albert, Príncipe Hereditário de Mônaco;
  • S.A.R. a Senhora D. Cristina, Infanta de Espanha, Duquesa de Palma de Maiorca – representando o Rei seu pai – e seu esposo;
  • SS.AA.RR. o Príncipe e a Princesa Guillaume de Luxemburgo – representando o Grão-Duque irmão dele;
  • S.A.I.R. a Augusta Senhora Regina, Arquiduquesa Titular consorte da Áustria, Princesa Titular consorte da Hungria e da Bohêmia, etc.;
  • S.A.I. a Augusta Senhora Alix, Princesa Titular (mãe) de Napoléon-Bonaparte;
  • S.A.R. o Augusto Senhor D. Duarte Pio, Duque de Bragança – sobrinho de MADAME;
  • S.A.R. o Augusto Senhor Franz, Duque da Baviera;
  • S.A.R. o Augusto Senhor D. Carlos Ugo, Duque de Parma;
  • S.A.I.R. a Augusta Senhora D. Margherita, Duquesa mãe de Módena, etc. (sobrinha do falecido Conde de Paris);
  • S.A.I.R. o Senhor Georji, Czarevitch da Rússia – representando sua mãe, a Imperatriz de jure;
  • S.A.R. o Senhor Emanuelle Filiberto, Príncipe de Veneza – representando seu pai, o Duque de Savóia;
  • S.A.R. a Senhora D. Beatrice, Princesa das Duas Sicílias – representando seu pai, o Duque de Castro;
  • S.A.R. a Senhora D. Pilar, Infanta de Espanha, Duquesa de Badajoz;
  • SS.AA.RR. o Senhor D. Casimiro, Príncipe das Duas Sicílias e a Senhora D. Maria Cristina (nascida Princesa de Savóia-Aosta, sobrinha do falecido Conde de Paris);
  • Etc.

A Realeza brasileira teve como seus representantes:

  • S.A.R. a Princesa D. Thereza de Orleans-e-Bragança, Senhora viúva Ernesto Martorell, irmã mais nova da finada CONDESSA DE PARIS, com suas filhas e neta;
  • S.A.R. a Princesa D. João Henrique (nascida Stella Lutterbach);
  • S.A.R. a Princesa D. Luísa Cristina de Orleans-e-Bragança (sobrinha-neta de MADAME);
  • S.A.I.R. a Princesa D. Maria Gabriela do Brasil.

O irmão mais velho de D. Isabel, o Senhor D. Pedro Gastão, Príncipe Titular de de Orleans-e-Bragança, bem como a esposa deste, a Senhora D. Esperanza, não puderam comparecer, devido aos seus delicados estados de saúde.

Muitos outros membros da Alta, Média e Baixa Realezas e da Alta, Média e Baixa Nobrezas, tanto francesas quanto das demais nacionalidades da Europa, acompanharam o cortejo fúnebre e a Missa de Corpo Presente de MADAME na Capela Real de Dreux, celebrada por dois Bispos e com a presença do Núncio Apostólico. Ela irá jazer no Mausoléu de Dreux, ao lado de seu esposo, HENRI VI.

Várias personalidades do mundo das letras, das artes e das ciências foram ainda saudr derradeiramente aquela que representou com a maior hombridade possível o legado de todas as Rainhas de França que a antecederam.

Os brasileiros nos orgulhamos muito de Vós, MADAME!!!

Descanse em PAZ, e que a terra vos seja leve!

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.